Em confraternização da ASSOJAF-GO, oficiais de Justiça indicam perspectivas para 2015



O ano de 2015 será de campanha intensa por reforço na segurança dos oficiais de Justiça avaliadores federais e aprovação dos pleitos da classe que tramitam no Congresso Nacional. Foi essa a perspectiva indicada pelos servidores que prestigiaram, nesta sexta-feira (28), o encontro anual da categoria promovido pela Associação dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais do Estado de Goiás (ASSOJAF-GO). O evento ocorreu no Restaurante Flamingo, em Goiânia, e reuniu cerca de 80 pessoas, entre associados à entidade, familiares e amigos. Acompanhou a programação, também, o presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal em Goiás (Sinjufego), João Batista Moraes Vieira.


Para a oficiala de Justiça lotada na subseção judiciária da Justiça Federal (JF) em Rio Verde Sílvia Teresa Pereira, as ações da categoria projetadas para o ano que vem requerem superação, desprendimento e vontade de transformação na carreira. “Nós, em Rio Verde, vamos lutar pelo fornecimento de coletes balísticos, telefones rurais e aparelhos GPS, pois em função dos deslocamentos que fazemos na região, esse equipamento se torna indispensável”, completa Sílvia.


Município da Região Sudoeste de Goiás, Rio Verde foi representado na confraternização também pelo oficial da JF Fúlvio Luiz de Freitas Barros. O servidor, que responde como diretor suplente Jurídico e de Acompanhamento Político-Legislativo da ASSOJAF-GO, sugere para 2015 a realização, em Goiás, de um encontro estadual dos oficiais de Justiça avalidores federais. A proposta, segundo ele, será apreciada pela diretoria da associação.

Na análise da oficiala da JF Audrey Ferreira Artiaga Moreno, lotada na subseção judiciária de Aparecida de Goiânia, a categoria deve se engajar nas mobilizações que serão apoiadas pela ASSOJAF-GO em 2015. “Unida, a classe alcança mais. Só assim poderemos lutar de fato pela alteração do nosso plano de cargos e salários e pelo reajuste na indenização de transporte, cujo valor está congelado há sete anos e não cobre os gastos que temos nas diligências.”


Perspectivas da ASSOJAF-GO

Diretor Administrativo da ASSOJAF-GO, Paulo Alves adianta que a entidade continuará atuando em Brasília pela aprovação de projetos como os que concedem aposentadoria especial e porte de arma aos oficiais de Justiça. O servidor conclama os profissionais da categoria a participarem, no próximo ano, das mobilizações convocadas pela ASSOJAF-GO e instituições parceiras da associação, como o Sinjufego.


Paulo Alves lembra que os oficiais de Justiça estão na iminência da aprovação, em Goiás, de projetos de lei de incentivos fiscais à classe. Quando sancionados, os oficiais estarão isentos no Estado do Imposto sobre Comercialização de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), ambos destinados à compra de veículos próprios, utilizados pelos servidores na atividade profissional.


Além disso, ressalta, a ASSOJAF-GO intensificará, na Câmara Municipal de Goiânia, a articulação institucional pela aprovação do projeto de estacionamento livre aos oficiais de Justiça na capital, para cumprimento de mandados judiciais. Paulo Alves lamenta a morte, no último dia 11, do oficial Francisco Pereira Ladislau Neto, assassinado a tiros enquanto realizava diligência em Barra do Piraí (RJ). “A morte de nosso colega nos deixou muito tristes.”


Valorização

O diretor do Núcleo Judiciário da Justiça Federal em Goiás, Ailton Ferreira Filho, ponderou que “a profissão de oficial de Justiça é muito penosa”. Para ele, a categoria deve ser valorizada pela sociedade, pois executa um trabalho que requer, sobretudo, fidelidade ao ofício no Poder Judiciário.


Fonte: Assessoria de Comunicação da ASSOJAF-GO I Ampli Comunicação

1 visualização

MENU

​ÁREA RESTRITA

REDES SOCIAIS

NEWSLETTER

Rua 115, 662, Qd F-36, Lt 86

St. Sul, Goiânia, GO 74085-325

Assine nosso informativo

e acompanhe nossas ações.

©2018 Ampli Comunicação