Sinjufego organiza caravana a Brasília nesta quarta, 03/08, por reajuste salarial


Nomes para caravana desta quarta devem ser enviados no e-mail sinjufego@sinjufego.org.br. Mobilização foi destaque no jornal Diário da Manhã nesta segunda-feira


Com a proximidade do término do prazo para envio das propostas orçamentárias à Secretaria de Orçamento Federal, da Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia, por meio do Sistema Integrado de Planejamento e Orçamento – SIOP, mais do que nunca, é necessário pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) e os demais órgãos do Poder Judiciário Federal da União para consignar, no PLOA 2023, os valores necessários para reajustes dos benefícios e dos vencimentos dos servidores. O prazo final encerra-se em 12 de agosto do corrente ano.


Para tanto, a Fenajufe convocou os sindicatos de base para realização de paralisação (apagão), de 24 ou 48 horas, com envio de caravanas para atos no STF, visando pressionar os Ministros para envio da proposta orçamentária, com previsão de reajuste para a categoria, bem como para a correção dos benefícios (auxílios alimentação, creche e saúde), aproveitando a janela aberta na LDO 2023, que permite a correção pelo IPCA, desde o último reajuste.


Além da reserva orçamentária no PLOA 2023, o mais primordial é a pressão nos Ministros do STF para que envie o projeto da lei para o Congresso Nacional, reajustando a tabela de vencimentos dos servidores do Poder Judiciário Federal da União.


Servidor, não se omita neste momento tão importante. Sem previsão no orçamento, 2023 será ZERO de novo, independente de quem estiver no governo.


Portanto, filiado, junte-se à CARAVANA DO SINJUFEGO no dia 03/08/2022. Envie seu nome completo e RG para o endereço eletrônico: sinjufego@sinjufego.org.br e participe da mobilização, com foco no STF, pela revisão salarial e reajustes dos benefícios, cobrando do Presidente do Supremo o envio de projeto de lei para recomposição das perdas salariais da categoria, bem como a consignação no orçamento, dos valores necessários para o reajuste salarial e a atualização dos benefícios pelo IPCA. Fonte: Sinjufego - Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal no Estado de Goiás

10 visualizações