CARTA ABERTA AOS OFICIAIS DE JUSTIÇA AVALIADORES FEDERAIS DE GOIÁS



Na condição de presidente da ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA AVALIADORES FEDERAIS DO ESTADO DE GOIÁS, dirijo-me a todos os colegas Oficiais de Justiça para falar de uma importante instrução de luta da categoria: o Instituto Nacional em Defesa dos Oficiais de Justiça (Unojus).


Criado oficialmente em agosto deste ano, o Unojus tem como objetivos apoiar e defender os interesses dos oficiais de justiça federais e estaduais em todo o Brasil; dar voz às reivindicações desses Servidores; defender suas prerrogativas; lutar pela manutenção do seu trabalho; e promover o diálogo institucional efetivo, que se espera de uma entidade representativa junto ao Executivo, Legislativo e Judiciário.


O Unojus é composto por Associações e Sindicatos de Oficiais de Justiça, sendo responsável pela produção de conteúdo técnico e jurídico para subsidiar a Frente Parlamentar em Defesa dos Oficiais de Justiça. Composta por 213 deputados subscritos, a Frente Parlamentar propõe projetos novos e busca alteração nos que estão em andamento, visando o melhor interesse da categoria.


Em julho deste ano, 663 projetos de lei relacionados à atuação dos Oficiais de Justiça tramitavam na Câmara Federal. Cabe à Frente Parlamentar, com o suporte técnico e jurídico disponibilizado pelo Unojus, propor as mudanças necessárias às matérias legislativas a fim de responder aos anseios de toda a categoria por melhores condições de trabalho e vida.


Além desse papel, o Unojus também é responsável pela realização de seminários, encontros com parlamentares e o aperfeiçoamento contínuo da legislação relacionada à carreira. Aglutinar forças e representar as aspirações de TODA a categoria é a razão de ser do Unojus.


Por essa razão, a ASSOJAF-GO, entidade representativa dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais no Estado de Goiás, passou a integrar tal instituição, fortalecendo-a como instância capaz de responder às expectativas da categoria. E, nesta carta aberta, a Diretoria da Assojaf Goiás homologa total apoio a esta instituição, recomendando a manutenção da filiação ao Instituto outrora decidida pela atual Diretoria.


A luta é de todos nós e precisa ser promovida com ética, responsabilidade e senso de coletividade.


Paulo Alves de Carvalho Júnior

Presidente da ASSOJAF-GO

42 visualizações