top of page

Sessão do CJF aprecia recurso sobre Indenização de Transporte


A Sessão Ordinária do Conselho da Justiça Federal desta segunda-feira (20) na sede do TRF5, em Recife (PE), vai apreciar o Recurso interposto pela Fenassojaf da decisão do Secretário Geral que indeferiu o pedido da Associação para implementação de critério de correção anual da Indenização de Transporte a exemplo da Resolução 345 de agosto de 2022 do CSJT que prevê que “anualmente a Secretaria de Orçamento e Finanças realizará levantamento dos itens formados do custo a fim de incluir o valor resultante da apuração no Orçamento do ano seguinte”.


Ainda no ano passado a Fenassojaf, através do Diretor Jurídico Fabio Maria e do assessor jurídico Eduardo Virtuoso, iniciaram os contatos com o CJF para a implantação de critério semelhante na Justiça Federal. Na última sexta-feira (17), o Presidente da Fenassojaf João Paulo Zambom, o Diretor Jurídico e o assessor jurídico Eduardo Virtuoso reuniram-se com o presidente do TRF4 e Conselheiro do CJF, desembargador Ricardo Teixeira do Valle Pereira, ocasião em que procuraram demonstrar a necessidade da alteração da Resolução 04/2008 para prever um critério de reajuste.


A sessão do CJF será acompanhada pelo Diretor do Fenassojaf e Presidente da Assojaf-PE Isaac de Souza Oliveira que encaminhou memoriais com pedido de apoio. Para o presidente Zambom é necessária a implantação de um critério evitando-se as distorções que vêm ocorrendo nos últimos anos.


Já o Diretor Jurídico Fábio Maria considera que por uma questão isonômica a medida deve ser implantada. Para o assessor jurídico Eduardo Virtuoso é justo a implantação de um critério de reajuste até para evitar distorções como vem ocorrendo nos últimos anos, notadamente no âmbito da Justiça Federal.


Isaac Oliveira espera que o Conselho seja sensível a esta justa reinvindicação.


Fonte: Fenassojaf

43 visualizações

Comments


bottom of page