11º Congrejufe começa com poemas de Cora Coralina e homenageia vítimas de Covid-19

Fenajufe dá início ao maior evento da categoria pela primeira vez de forma híbrida; delegados(as) definirão os novos rumos para o próximo período


11º Congrejufe se inicia na noite desta quarta-feira (27) em Alexânia /GO. Diante período recente de pandemia, o maior evento da categoria acontece em formato híbrido.

A coordenadora Lucena Pacheco e os coordenadores Engelberg Belém, Fabiano dos Santos e Leopoldo de Lima responsáveis pela organização do Congrejufe deram "boas vindas" aos congressistas.


Participam do evento, como delegados representantes da ASSOJAF-GO, pelo TRT-18, Adrian Magno, Fernanda Rocha e Valmir Mota. Da Justiça Federal, Fúlvio Luiz de Freitas, Gilvani Ferraz e Vanessa Vasconcelos. O Oficial de Justiça José Pereira Neto também participa do Congrejufe como observador.


Além deles, compuseram a mesa de abertura Ana Paula Cusinato representando a Central Únicas dos Trabalhadores (CUT), o coordenador geral da Fenajufe José Aristéia Pereira, Marcos Santos dirigente do Sindjuf/PB representando a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) e o presidente do Sinjufego (sindicato anfitrião) João Batista Vieira.



A representação do Coordenadora do Cone Sul, ficou a cargo dos hermanos da Federacíon Judicial da Argentina (FJA) Jorge Eduardo Soleto e Pablo Elizaldi Trinidad da Asociacion de Funcionários Judiciales del Uruguay.


Para reverenciar o estado de Goiás, um vídeo sobre os costumes e principais pontos turísticos foi apresentado. Em seguida, Lucena Pacheco e Maria Helena do Sintrajud/SP recitaram poemas de Cora Coralina. A poetisa é o principal nome do gênero no estado. Logo após, as homenagens póstumas emocionaram os presentes.


As manifestações dos dirigentes foram de luta e unidade.Fabiano dos Santos falou pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe).O também coordenador geral da Fenajufe reafirmou que a unidade das categorias foi determinante para freiar o avanço da reforma administrativa (PEC 32), em 2021.


Fabiano, disse ainda que é tarefa do Congrejufe intensificar o processo de combate ás políticas econômicas de Guedes e Bolsonaro. “È nosso desafio sair desse Congrejufe com um plano de lutas que inclua greve geral no funcionalismo”.


O representante da Argentina, pontuou a “importância da luta sindical no combate as políticas econômicas que retiram os direitos das minorias”.Na mesma linha,Plabo Elizaldi do Uruguay registrou o apoio dado aos movimentos populares do País voltados para população mais vulnerabilizada com a pandemia de Covid-19, principalmente amparo às mulheres periféricas.



José Aristéia, discorreu sobre o trabalho rigoroso da gestão diante dos desafios enfrentados no período de pandemia. Aristéia ressaltou o trabalho frente ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no Fórum de Carreira e as campanhas desenvolvidas pela valorização dos servidores públicos.


Para ele é fundamental a união com todos segmentos do funcionalismo e classe trabalhadora para ir às ruas e “disputar o projeto político do País e construir unidade para o enfrentamento ao próximo período.”


Pela CSP-CONLUTAS, Júlio Condaque,de forma virtual, disse ser importante manter a luta unitária para o enfrentamento ao governo e chamou todas e todos para uma reflexão no “Dia Nacional de luta da unificação das Federações”,celebrado no dia 23 de maio.


Ao todo 366 delegadas e delegados vão discutir os rumos das principais demandas da categoria do PJU/MPU. Desses, 86 irão acompanhar de forma virtual.


O tradicional painel fotográfico deste ano deu visibilidade às mulheres. A representação da luta feminina ficou marcada nos registros em vários momentos de luta, garra e empoderamento.



Os servidores Janilson Sales de Carvalho e Ibsen Gurgel,ambos filiados ao Sintrajurn/RN deixaram os primeiros registros na lista de assinatura.

O 11 º Congrejufe se encerrará no próximo domingo dia 1º de maio.


Programação:

28/04 – (quinta-feira)

8h30 – Reabertura do credenciamento

9h – Regimento Interno e Apresentação de Recursos de assembleias

10h – Conjuntura Internacional e Nacional

  • Rosane Silva - Secretária Nacional da Mulher Trabalhadora da CUT (2008 e 2015), Secretária de Mulheres da Federação Democrática dos Sapateiros do Rio Grande do Sul

  • Plínio de Arruda Sampaio Junior - Professor livre-docente do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE/UNICAMP)

11h20 – Inscrições para perguntas e intervenções

12h – resposta e considerações finais

12h30 - Eleição da Comissão Eleitoral

13h – Almoço

14h – Início do credenciamento dos suplentes

14h - Apresentação das teses gerais

16h– Lanche

16h30 – Plenária Final - Resolução de Conjuntura

17h – Prestação de Contas

18h – Término do credenciamento do dia

18 às 20h – Reservado para reuniões das delegações

20 às 23h – Confraternização – banda Scala

29/04 – (sexta-feira)

9h – Desafios do Mundo do Trabalho e Carreira dos Servidores do PJU e MPU

  • Desafios do Mundo do Trabalho - Marilane Teixeira – Doutora em Desenvolvimento Econômico, Assessora Sindical na Área de Trabalho e Gênero

  • Reestruturação Produtiva/teletrabalho – Ricardo Festi – Professor de Sociologia da UnB

  • Recomposição Salarial no PJU e MPU - Luiz Alberto dos Santos – Consultor Legislativo e assessor da Fenajufe no Fórum de Carreira do CNJ

  • Reestruturação de Carreira - Vera Miranda – Especialista em Gestão Pública e assessora da Fenajufe no Fórum de Carreira do CNJ

10h10 – Inscrições para perguntas e intervenções

10h40 - Resposta e considerações finais

11h – Término do Credenciamento dos titulares e abertura do credenciamento dos suplentes

11h30 - Votação do Regimento Eleitoral

12h30 – Encerramento total do credenciamento e Almoço

14h – Informe do número de credenciados e destruição da sobra de crachás

14h – Opressões

  • Cláudia Alves Durans – Doutora em Serviço Social

  • Rosana Fernandes – Secretária Adjunta de Combate ao Racismo da CUT

15h – Inscrições para perguntas e intervenções

15h30 - Resposta e considerações finais

16h30 – Lanche

17h – Plenária Final: Plano de Lutas e Pauta de Reivindicações, Alteração Estatutária e Organização Sindical, Políticas Permanentes, Balanço de Gestão e Atuação da Fenajufe e Moções

20h - Jantar

30/04 – (sábado)

9h – Encerramento das inscrições de chapas

9h - Análise de relatório e recursos (Estatuto Seção VI, Art. 30 e Art. 13, VII)

10h00 - Plenária Final: continuação

12h30 - Almoço

14h – Plenária Final: continuação

16h – Lanche

16h30 – Apresentação das Chapas

17h30 - Eleição da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal

19h30 – Jantar

21h – Apuração, Homologação do Resultado da Eleição e Posse da Diretoria Executiva da Fenajufe e do Conselho Fiscal

Encerramento do Congrejufe

1º/05 – Domingo


Deslocamento das delegações ao estado de origem

Fonte: Fenajufe (Joana Darc Melo, texto e fotos)

32 visualizações