top of page

Diretores da UIHJ discutem o Fórum Latino-Americano de Oficiais de Justiça e a troca de experiências



Os diretores da União Internacional dos Oficiais de Justiça (UIHJ), Luís Ortega e Malone Cunha, também diretor da Fenassojaf, falaram sobre o Fórum Latino-Americano de Oficiais de Justiça (UIHJ-FLA).


O vice-presidente da União Internacional esclareceu que o intuito da criação do FLA é ampliar as possibilidades para o compartilhamento de experiências e o debate sobre os desafios que, cada vez mais, cercam os Oficiais de Justiça em todo o mundo.


“Nosso objetivo é unir forças para atuar pelos problemas de cada país Sul-Americano”, disse. Para Ortega, o 25º Congresso do Rio de Janeiro será uma oportunidade de fortalecer os laços entre os países latino-americanos para melhor atuação em favor dos Oficiais de Justiça. “Demonstremos a todos que essa parte do mundo é importante e que os Oficiais de Justiça não são substituíveis. A UIHJ prestará sempre apoio incondicional a todos. Nossa união é nossa força”, encerrou.


O diretor da UIHJ e da Fenassojaf Malone Cunha explicou que em 3 de fevereiro de 2023, foi realizada a primeira reunião do Fórum Latino-Americano, com a participação das três entidades nacionais de Oficiais de Justiça do Brasil.


Malone listou os países que compõem o Fórum da União Internacional que são Argentina, Colômbia, Paraguai, Chile, República Dominicana e Uruguai e explicou que ele não é exclusivo da UIHJ, “mas é das entidades que representam os Oficiais na América Latina. O que a UIHJ fez foi proporcionar a via capaz e suficiente para permitir que os Oficiais do continente pudessem intercambiar conhecimentos e experiencias entre si. Esse é um canal permanente, que os Oficiais terão sempre contato”.


O diretor ainda esclareceu que outros dois países compõem o Fórum na qualidade de observadores: Portugal e Espanha. “Em breve serão divulgadas mais informações do Fórum, com a primeira reunião presencial a ocorrer nas preliminares do Congresso do Rio em 2024”, finalizou.

3 visualizações

Comments


bottom of page